O auxílio-doença é um benefício oferecido pelo INSS que tem como objetivo garantir uma renda para os trabalhadores que ficam temporariamente incapazes de trabalhar por causa de uma doença ou acidente.

Para ter direito ao benefício, é necessário cumprir algumas regras, e neste artigo, vamos te explicar tudo o que você precisa saber sobre o auxílio-doença do INSS.

Como solicitar o auxílio-doença do INSS e quais são as suas regras
Como solicitar o auxílio-doença do INSS e quais são as suas regras

Quem tem direito ao auxílio-doença do INSS?

Para ter direito ao auxílio-doença, o trabalhador precisa estar contribuindo para a Previdência Social. Além disso, é preciso cumprir a carência de 12 meses de contribuição para ter direito ao benefício. A exceção é para casos de acidente de trabalho ou doenças consideradas graves, como tuberculose ativa, hanseníase, alienação mental, cegueira, entre outras.

Como solicitar o auxílio-doença do INSS?

O processo para solicitar o auxílio-doença do INSS pode ser feito de duas maneiras: pelo aplicativo Meu INSS ou pelo telefone 135. O primeiro passo é reunir toda a documentação necessária, como atestados médicos, carteira de trabalho, documentos pessoais e comprovante de contribuição para a Previdência Social.

No aplicativo Meu INSS, é necessário fazer um cadastro para ter acesso aos serviços do INSS. Depois, basta selecionar a opção “Agendar Perícia” e escolher a data e o horário para a perícia médica.

Já pelo telefone 135, o atendimento é realizado pelo sistema de reconhecimento de voz. O trabalhador precisa informar o número do CPF e seguir as instruções do atendimento eletrônico.

Quais são as regras do auxílio-doença do INSS?

O auxílio-doença tem algumas regras importantes que precisam ser observadas pelos trabalhadores. A primeira delas é que o benefício não é pago nos primeiros 15 dias de afastamento. Nesse período, cabe à empresa pagar o salário do trabalhador.

Além disso, o valor do auxílio-doença é calculado com base na média das contribuições do trabalhador para a Previdência Social. O benefício pode ser pago por até 120 dias, prorrogáveis por mais 120 dias, em casos excepcionais.

O auxílio-doença do INSS é um benefício importante para os trabalhadores que ficam temporariamente incapacitados de trabalhar por motivo de doença ou acidente.

Para ter direito ao benefício, é preciso estar contribuindo para a Previdência Social e cumprir a carência de 12 meses de contribuição.